Welcome to my world!

Hi, Andrea (๏̯̃๏), 18, Portugal ▲
"Eu tenho pouco, talvez o suficiente. Tenho uma lista de músicas tristes, aquele terrível medo da vida, um abismo que me olha profundo, como se fosse a solução das circunstâncias mais apavorantes que me assombram. Tenho a solidão como companhia, tenho os mais absurdos pensamentos, os mais remotos desejos. Tenho um desabafo contínuo para compartilhar com o inexistente. Tenho a presença constante do passado, tenho um quebra-cabeça, porém incompleto, fui perdendo algumas peças ao longo da vida. E ao longo da vida, fui aglomerando outras. Fui formando o mosaico de vivências que carrego em meu peito atarantado. Trazendo nele, lembranças, boas lembranças eu diria, lembro-me de alguns amigos que acreditavam me conhecer, compartilhando o que havia de bom em meu ser. Fui em algumas festas, bebi algumas cervejas, fumei alguns cigarros, ouvi discursos longos e cansativos nos quais a sobriedade esconde do ouvido alheio. Saí algumas vezes, de mim, de si. E procurei encontrar a menor porção que fosse, de sinceridade, tentei acarretar ao meu mundo, um tanto de experiências. Lembro-me do amor, aquele amor que não tem nome de Amor à toa, daqueles que te rasga e te suga, daqueles que mal-trata, daqueles que te tiram o ar, a razão e te faz perder o controle dos próprios membros. Lembro-me, também, da dor: que sufoca, corroendo o âmago, transformando os dias em noites, e as noites no terrível caos. Tenho incansavelmente buscado a saída para esse labirinto, como se a saída fosse a redenção, como se a salvação fosse tão intocável quantos os objetivos que tive de matar todas as noites, sacrificando os sonhos na guilhotina dos meus anseios utópicos."
Éden Victor.   (via she-dies)

(Source: reclusivo, via she-dies)

Tumblr Mouse Cursors
A snazzyspace.com Theme A snazzyspace.com Theme